“respire comigo”, de moisés alves

Moisés Alves – homem escândalo – me dedicou, dos seus lindos poemas, este lindo poema.

RESPIRE COMIGO
para sandro ornellas

agora que é obrigatório
vamos ter de desaparecer

sobre o rosto
uma vontade rebelde
de nomear excessos de uma falta
o que você exatamente dá
àquilo que te corta um naco

mas uma perda
o que é
senão peças
que não retornam
para seus lugares de hábito

é chegada a hora
de acolher esse rasgo
amá-lo barbarizá-lo

diante do desastre o aviso:

o dia é uma bomba de claridade

você sabe
que uma bomba grita e se cala
como se não tivesse explodido
e se ficou para trás
é um fato
sumiu

e então
você levanta
aos poucos a cabeça
num ritmo ataque de cão
e vê as povoações do ar
neblinas pássaros rugidos adeus

você faz parte disso
e existe, você

é uma das tochas
dentro da escuridão
que acontece para quem quiser
como se fosse um escândalo sandro

edições akana

Há pouco mais de dois anos, conheci uma artista multimídia que encerrava seu doutorado em Difusão do conhecimento. Ela desejava fazer um pós-doc sob minha supervisão. Cheia de ideias criativas, inventividade e ação, desejava estudar a poesia no filme “Aka Ana” de Antoine D’Agata. Passamos o ano de 2019 trocando ideias que aos poucos foram redirecionando seus objetivos diante do filme e o resultado, na verdade apenas um deles, está agora concretizado no belo BLOGUE DE ARTISTA. REcomendo também a resenha do filme de D’Agata, feita a partir deste vídeo.