agenda libertário-literária

Amigos questionam sempre minha terminante indiferença ao varejo político-partidário e eleitoral. Quando lhes respondo com qualquer muxoxo irônico, eles me vêm com aquela pergunta que para mim indica conservadorismo: “e o que vamos colocar no lugar?” Geralmente falo um dos enunciados abaixo e lhes proponho pesquisar na net. Aqui, enumero-os e abro um pequeno link para ideias e propostas que têm circulado fora do esquemão institucionalizado de informações políticas. Depois cito algum texto literário onde há elementos para essa discussão. Daria um grande curso. Quem sabe um dia…

MUNICIPALISMO LIBERTÁRIO (Ensaio sobre a lucidez, José Saramago)

ABOLICIONISMO PENAL (Diante da lei, Franz Kafka)

ABOLICIONISMO ESCOLAR (ateneu, de Raul Pompéia, e O jovem Torless, de Robert Musil

ESCOLA ABERTA

NÃO-PUNITIVISMO INFANTO-JUVENIL (O Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger)

TAXAÇÃO DE GRANDES FORTUNAS

RENDA MÍNIMA UNIVERSAL

DECRESCIMENTO ECONÔMICO SUSTENTÁVEL (Sermão da epifania, Padre Antonio Vieira, e Walden, de Henry David Thoreau)

LIBERAÇÃO DAS DROGAS & POLÍTICA DE REDUÇÃO DE DANOS (Tristessa, de Jack Karouac)