o novo niilismo

“É cada vez mais difícil diferenciar entre – de um lado – estar velho, doente e frustrado e – de outro lado – viver em um tempo-e-lugar que é em si senil, cansado e frustrado. Às vezes, acho que sou apenas eu, mas então encontro pessoas mais jovens e mais saudáveis que parecem estar tendo sensações similares de tédio, desespero e raiva impotente. Talvez não seja apenas eu.”

Primeiro parágrafo do ensaio “The New Nihilism”, do livro homônomo de Peter Lamborn Wilson, também conhecido como Hakim Bey.